Conheça as organizações da nossa Rede – Casa de Joel


O ano era 2001, quando a pedagoga Jussara Mathias Teixeira, preocupada com o pouco acesso à educação e à cultura das crianças da comunidade de Dourado, no bairro de Cordovil, resolveu que era hora de agir também e criou o Centro Educacional Joel Mário (Casa de Joel), batizado assim em homenagem a seu marido, dono da casa que tornou-se sede da ONG.

Crianças da creche Casa de Joel posam pra foto sentadas à mesa

Com o objetivo de atender a uma das principais necessidades da comunidade local, a primeira ação da Casa de Joel foi a criação de uma creche para crianças de 1 a 3 anos e 11 meses. Atualmente a creche funciona em horário integral e já atende a cerca de 220 crianças.

Crianças senatadas à mesa desenham enquanto uma orientadora as ajuda

Conforme as crianças da creche foram crescendo e passando a frequentar as escolas, surgia uma nova demanda: essas crianças precisavam de alguma atividade nos períodos em que não estavam estudando. Nasceu assim, em 2005, o projeto Curumim, com a finalidade de oferecer atividades diversas a essas crianças, no contraturno escolar. Hoje o projeto já conta com a participação de 100 crianças e não para de crescer.

Crianças do projeto Curumim posam pra foto

Além dessas duas iniciativas, a Casa de Joel também disponibiliza uma série de cursos e organiza diversos projetos esporádicos, que acontecem de acordo com a aprovação de editais. Como exemplo, temos o Projeto Crescer, com a formação de manicures, cursos de informática, inclusive para a 3ª idade e a participação num dos editais da Brazil Foundation, através do qual pode oferecer cursos profissionalizantes para 40 adolescentes.

Bancada com 2 computadores sendo utilizados por alunos do curso

Alunos do curso profissionalizante organizado pela Casa de Joel mostram seus diplomas

A Casa de Joel sobrevive da participação em editais, doações de amigos, apoio da comunidade, organização de eventos e do repasse de verba de convênio com a prefeitura do Rio de Janeiro, através da secretaria Municipal de Educação. Também recebe com frequencia doações de alimentos do Banco Rio de Alimentos.

Há cerca de 1 ano, a Casa de Joel entrou para a Rede E-Solidário e desde então vem participando ativamente das nossas atividades. Esteve presente no encontro que organizamos entre as organizações da Rede e está participando da nossa parceria com o IFPS.

Close em duas crianças que olham para a câmera

Por falar em IFPS, segundo Letícia, coordenadora de projetos e captadora de recursos da Casa de Joel, esta parceria colaborou de forma muito positiva com a estruturação e organização da ONG e ajudou-os a clarear ideias e entender melhor seus objetivos, missão, visão e valores.

Por meio da sua participação na nossa Rede, a Casa de Joel também foi beneficiada com várias doações feitas por amigos solidários, seja por visitar nossa página de ofertas de doação ou participar do nosso grupo no Whatsapp.

Brinquedos doados por uma amiga solidária

3 crianças seguram uma grande bola rosa e sorriem para a fotoEm 2017 a ONG criou ainda uma campanha no E-Solidário, “Alimentando o Saber”, com a qual conseguiu arrecadar cerca R$ 1400,00 em doações, que garantiu o lanche das suas crianças durante todo o mês de agosto. Em setembro nos recebeu em uma das nossas Visitas Solidárias, recebendo como doação um freezer, alimentos e materiais de limpeza. E para finalizar o ano com muita diversão, esteve presente na nossa festa de Natal E-Solidário de 2017. Na opinião de Letícia, “O E-Solidário tem sido um dos melhores e maiores parceiros da Casa de Joel!”

Ficamos muito felizes em saber que a Rede E-Solidário está contribuindo com o maravilhoso trabalho que a Casa de Joel vem fazendo ao longo de todos esses anos. Se depender de nós, essa parceria segue firme e forte!

E se você gostou do trabalho da Casa de Joel e quer conhecê-los um pouco melhor, visite seu site ou sua página no Facebook. Você também pode ajudá-los através do seu perfil na Rede E-Solidário!

Comentários (0)