Casa Emilien Lacay – Cruzada do Menor e Pêlo Próximo – Unindo gerações e Valorizando os Animais!!

Logotipo da Casa Emilien Lacay - Cruzada do MenorLogotipo do Projeto Pêlo Próximo

A visita realizada no dia 21/05/2011 marcará para sempre a história da Rede E-Solidário. Foi um evento muito especial para todos que participaram.

Entrada da Casa Emilien Lacay - Cruzada do Menor
Entrada da Casa Emilien Lacay - Cruzada do Menor

 

Antes de iniciar o artigo gostaria de agradecer do fundo do coração às equipes dos projetos Pêlo Próximo e Pêlos Animais, que levaram muita alegria e carinho para nossa visita, além do exemplo da importância da relação dos animais com os seres humanos, principalmente os cães. O trabalho realizado por essa equipe sensibilizou profundamente nosso grupo , assim como os assistidos pela instituição visitada. Aos responsáveis, voluntários e cães nosso sincero obrigado

 

O "pequeno buda" no colo do seu dono
Esse cachorrinho era tão dócil que ficava parado e aceitava o carinho das pessoas de forma tão tranquila que o apelidamos de Pequeno Buda

 

Estávamos ansiosos pela visita do mês de maio – tínhamos finalmente conseguido agendar junto ao projeto Pêlo Próximo uma visita em conjunto, ou seja, nosso grupo de visita se reuniria  aos voluntários e cães do projeto em um só evento. Todos estavam empolgadíssimos!

Próximo à visita também soubemos que o grupo Pêlos Animais participaria do evento, contando histórias sobre animais para as crianças e idosos.

 

Equipe do Pêlolos Animais esteve presente, contando histórias sobre animais e animando o pessoal
Equipe do Pêlolos Animais esteve presente, contando histórias sobre animais e animando o pessoal

 

A Casa Emilien Lacay – Cruzada do Menor

Ficamos encantados com o cuidado, limpeza e organização do projeto, tudo é simplesmente impecável! Com um amplo espaço, a instituição possui salas de aula muito bem organizadas, locais para práticas de atividades ao ar livre, cozinha nota 10, refeitório e dois pátios para as crianças se acabarem de brincar… :)

 

Parquinho...
Parquinho...
Sala de aula para as crianças
Sala de aula para as crianças

 

Cozinha, um brinco!
Cozinha, um brinco!

 

Livros infantis na biblioteca
Livros infantis na biblioteca

 

A Casa Emilien Lacay faz parte do grupo Cruzada do Menor, mas trabalha de forma diferenciada, atendendo somente crianças e idosos. Nesta casa adolescentes não são amparados. As crianças podem ingressar aos 2 anos e ficam até 5 anos e 11 meses. Já os idosos variam da faixa etária de 60 até 100 anos – a senhora com idade mais avançada completará em junho 101 anos  :) . Atualmente a casa atende 70 idosos e 200 crianças, sobrevivendo através do auxilio da cruzada do menor, da prefeitura que arca com as despesas de 95 crianças e recebendo doações que são muito importantes para manutenção desta linda obra de solidariedade.

Uma reação comum quando se visita um projeto social bem organizado é achar que ele não precisa de ajuda. Já havíamos abordado este assunto no relato da visita à Obra Social Dona Meca, destacando que para manter uma boa administração e expandir as atividades é necessário auxílio através de doações.

 

A criançada estava muito animada com a visita...
A criançada estava muito animada com a visita...

 

O nome Emilen Lacay vem do benfeitor que doou a casa. Após longo período abandonado, ele acabou falecendo em idade avançada. Em seu testamento deixou a casa para a Beneficiência Francesa e informou que a instituição deveria atender idosos. Como a Beneficência Francesa não tinha projetos sociais, acionaram a Cruzada do Menor, que fundou então a Casa Emilien Lacay – Cruzada do Menor para atender idosos e crianças de baixa renda ou em situação de risco social.

Sr. Emilien Lacay - Benfeitor que doou a casa
Sr. Emilien Lacay - Deixou como herança uma casa e início de uma linda obra social para crianças e idosos

Márcia, coordenadora do projeto, informa que a instituição é um Centro de Convivência intergeracional, auxiliando a formação básica das crianças, evitando o asilamento de idosos e proporcionando a valorização do idoso pelas crianças do projeto e seus familiares… Fantástico não acham?

 

entrevista com marcia, coordenadora do projeto
Márcia, coordenadora do projeto, falando sobre a história da Casa Emilien Lacay e suas atividades

 

O horário da instituição é das 7 hs até as 17 hs – todos recebem café da manhã, colação, almoço e lanche.  A instituição conta com 40 funcionários e 16 voluntários, sendo a equipe composta por professores, pedagogos, auxiliares de enfermagem (idosos) e administradores. Os voluntários atuam nas atividades complementares como teatro, dança, acupuntura e outras: vamos falar sobre elas daqui a pouco.

 

Refeitório para idosos e crianças
Refeitório para idosos e crianças

As crianças freqüentam o maternal 1, 2 e pré-escolar. Todas as salas possuem professores ou pedagogos devidamente formados para atividades educativas. Aulas de teatro, pintura, dança, coral e capoeira contam com o auxilio de voluntários e são realizadas no período da tarde.

Os idosos também entram Às 7h e saem às 17h,, O último horário é reservado para alfabetização. Muito legal a preocupação em aprender a ler e escrever, não importando a idade. Durante o dia os idosos realizam atividades de ioga, teatro, dança cênica, capoeira (acredite se quiser), acupuntura, massoterapia, grupo de oração, pintura, contador de história e coral…. ufa… fiquei até cansado!

 

Essa linda Árvore foi criada com papel de jornal pelos idosos nas aulas de arte
Essa linda Árvore foi criada com papel de jornal pelos idosos nas aulas de arte
Essas bolsinhas e porta-saco também são feitas pelas idosas nas aulas de arte
Essas bolsinhas e porta-saco também são feitas pelas idosas nas aulas de arte
Telhas pintadas nas aulas de arte.
Telhas pintadas nas aulas de arte.
Quadro pintado por idosos nas aulas de arte são utilizados para enfeitar a própria instituição
Quadro pintado por idosos nas aulas de arte são utilizados para enfeitar a própria instituição

Márcia nos contou que no inicio os idosos e crianças ficavam isolados, mas com o foco na integração intergeracional a instituição investiu na idéia de aproximá-los e hoje promove várias atividades em conjunto. O exemplo mais incrível é a capoeira, onde as crianças auxiliam no alongamento dos idosos e jogam com eles…

O coral também é realizado em conjunto. O Bolão Musical da Rede E-Solidário doou em uma oportunidade anterior o teclado para o coral e vocês podem comprovar abaixo a linda foto que foi tirada.

 

Coral de crianças e idosos
Coral de crianças e idosos

Os idosos também visitam outros asilos para se apresentar: contam histórias, fazem teatro, cantam e compartilham suas experiências. Atualmente as visitas são próximas à instituição porque existe muita dificuldade de movimentação, já que o grupo não conta com apoio para transporte. O que acha de ajudar no transporte desses idosos? Você pode multiplicar alegrias, proporcionando atividades para os idosos da Casa Emilien Lacay e das instituições visitadas… :)

Com tantas atividades a instituição evita que o idoso fique o dia inteiro em casa, sem nada para fazer. Muitas vezes a família intitula o avô ou avó de “velho rabugento”,  mas não se preocupa em entender porque ele está irritado ou como podem atuar para melhorar a sua qualidade de vida e auto-estima. O idoso briga com todos porque não tem ocupação ou amigos da mesma faixa etária para conversar.

Na Casa Emilien Lacay os idosos participam de várias atividades, criam laços de amizade com pessoas de idade semelhante e acabam sendo adotados como avós das crianças que trazem muita alegria para o seu coração. Quando chegam em casa  estão cheios de histórias interessantes para contar, satisfeitos com o seu dia, não perdem tempo se preocupando demasiadamente com outras pessoas, voltando sua atenção para pensamentos positivos e saudáveis. Todo esse trabalho aumenta a auto-estima, longevidade e qualidade de vida dos idosos…. Emocionante, não acham? Que lindo exemplo!

 

Idodos que participaram do evento
Idodos que participaram do evento

Além de todas essas atividades a instituição também procura integrar os participantes com seus respectivos familiares. São realizados eventos periódicos onde ambas as gerações apresentam para seu entes queridos o que aprenderam.

A Casa Emilien Lacay – Cruzada do Menor atende preferencialmente pessoas que residem ou trabalham próximo à instituição. São atendidos somente aqueles que têm baixa renda ou residem em área de risco social.

Devido à quantidade de atividades que a casa oferece para idosos e crianças, você pode ajudar de diversas formas, com doações, serviços voluntários, auxiliando a custear os passeios e visitas.

Nossos sinceros agradecimentos ao projeto social pelo lindo exemplo de solidariedade intergeracional.

Doações

A Rede E-Solidário doou para a Casa Emilien Lacay – Cruzada do Menor uma caixa amplificadora, 1 DVD Player e 80% do valor de um freezer novo.

 

Grupo de Visitas com a segunda parte das doações - 1 DVD Player e uma caixa amplificadora. Infelizmente alguns amigos solidá¡rios chegaram depois por causa do trânsito e não participaram da foto.
Grupo de Visitas e Márcia (coordenadora) com a segunda parte das doações - 1 DVD Player e uma caixa amplificadora. Infelizmente alguns amigos solidá¡rios chegaram depois por causa do trânsito e não participaram da foto.

 

 

A caixa amplificadora será utilizada para os ensaios e apresentação do coral.

 

DVD Player e a Caixa Amplificadora doadas pela Rede E-Solidário
DVD Player e a Caixa Amplificadora doadas pela Rede E-Solidário

O freezer enguiçou na semana da nossa visita e como já tinha sido consertado 3 vezes estava condenado.

 

Grupo Solidário diante do freezer que queimou na semana da visita, conseguimos arrecadar 80% do novo freezer que foi entregue dois dias depois da nossa visita
Grupo Solidário diante do freezer que queimou na semana da visita, conseguimos arrecadar 80% do novo freezer que foi entregue dois dias depois da nossa visita
Agora sim!!! Esse é o novo freezer
Agora sim!!! Esse é o novo freezer

 

O Projeto Pêlo Próximo

O Projeto Pêlo Próximo realiza atividades assistidas com cães e aves (pet-terapeutas) através de aplicações lúdicas, brincadeiras e entretenimento, instruindo sobre a  valorização dos animais e possibilitando o contato e aproximação para auxilio de pessoas com dificuldades motoras, emocionais ou mentais. Embora sejam rotuladas como “brincadeiras”, as atividades têm sempre um propósito, geralmente voltado para área da saúde.

 

Os cães são apresentados às crianças
Os cães são apresentados às crianças
a criançada passa a confiar e brincar com os animais
a criançada passa a confiar e brincar com os animais

 

Essa galera do bem fez da nossa visita um momento muito especial, os voluntários são muito carinhosos e os cães são fantásticos, são verdadeiros pet-terapeutas.

 

Os animais também são apresentados para os idosos... Reparem na senhora no canto direito, ela morria de medo no início da visita
Os animais também são apresentados para os idosos... Reparem na senhora no canto direito, ela morria de medo no início da visita
Vejam o que acontece no final da visita .... :)
Vejam o que acontece no final da visita .... :)

 

O grupo já existe há quase 2 anos e visitou cerca de 20 projetos sociais, atuando em casas de atendimento a idosos, crianças com deficiência física e mental, síndrome de Down, mal de Alzheimer e depressão .

 

que felicidade!!!
que felicidade!!!

Cada visita realizada pelo grupo é planejada com antecedência, analisando o tipo de atendimento que será realizado e  escolhendo as pessoas que serão atendidas, já que existem restrições que devem ser cumpridas para evitar imprevistos. Na nossa visita, por exemplo, foram criados dois grupos, um para idosos e outro para crianças, sendo que cada grupo realizaria atividades distintas.

Quem resistiria a esse pedido de carinho???
Quem resistiria a esse pedido de carinho???

Mas de onde surgiu uma idéia tão inusitada, preparar cães para visitar pessoas com algum tipo de problema ou deficiência? Segundo Roberta, fundadora e coordenadora geral, existia uma vontade de ajudar o próximo, fazer algo por pessoas que precisavam de ajuda.  Mas eles não queriam só fazer doações materiais, eles queriam doar o seu tempo, o seu carinho, o seu amor. Esse movimento solidário foi de encontro a outra paixão que existia na vida deles: os cães. Chegaram a conclusão que poderiam juntar as duas paixões, e nasceu então a semente do projeto social Pêlo Próximo.

 

As crianças ficaram loucas com os cães!!
As crianças ficaram loucas com os cães!!

 

Que lindo momento!!
Que lindo momento!!

Depois de conceber a idéia foram mais 6 meses de pesquisas intensas e testes com os animais até concluir que seria possível conciliar atividades lúdicas, animais treinados e voluntários cheios de amor para dar.

 

Cada cão tem suas características, mas todos são tranquilos, aceitam a presença de várias pessoas "estranhas" fazendo carinho, nunca reagem e são receptivos a todos
Cada cão tem suas características, mas todos são tranquilos, aceitam a presença de várias pessoas "estranhas" fazendo carinho, nunca reagem e são receptivos a todos
Você já viu um poodle com tanta gente em volta, apertando... e o cão fica parado... impressionante!!!!
Você já viu um poodle com tanta gente em volta, apertando... e o cão fica parado... impressionante!!!!

Para participar como cão-terapeuta deve-se passar por testes rigorosos – o animal deve ser sociável com outros cães e tem que agüentar agressão sem reagir. Embora em casos extremos ele possa ficar acuado, nunca poderá contra-atacar, pois em visitas a idosos com doença de Alzheimer ou mal de Parkinson, a crianças com síndrome de Down ou hiperativas existe a possibilidade de agressão involuntária.

 

i m p r e s s i o n a n t e !!! O Beethoven ficava no chão enquanto 4 crianças a sua volta auscultavam-no.
i m p r e s s i o n a n t e !!! O Beethoven ficava no chão enquanto 4 crianças a sua volta auscultavam-no.
O cão ficava paradinho enquanto a idosa passava a escova no seu pêlo
O cão ficava paradinho enquanto a idosa passava a escova no seu pêlo

O projeto continua evoluindo até hoje e conta com psicólogos e pessoas muito bem preparadas para adaptar as atividades com pet-terapeutas à realidade da instituição que será visitada. Segundo Roberta o cão-terapeuta elimina barreiras, muitos idosos que não desejam participar das atividades acabam se derretendo quando os cachorros ficam olhando com aquela cara de “me dá um carinho…”. Os cães acabam “quebrando o gelo” e estimulando os visitados a realizarem atividades que não fariam normalmente. Por exemplo, Idosos que não gostam de se levantar acabam passeando com os animais, participam do boliche, penteiam os cachorros, é muito legal ver tudo isso acontecendo, imperdível!

 

a senhora centenária (faz 101 em junho) passeando com o cachorro. Essas atividades funcionam como fisioterapia para os idosos
a senhora centenária (faz 101 em junho) passeando com o cachorro. Essas atividades funcionam como fisioterapia para os idosos

Além do trabalho de socialização que ocorre durante as visitas os animais também dão o seu show com apresentações diferenciadas. Tem um cão que faz sucesso cabeceando bolas que são atiradas em sua direção. Um fox paulistinha que faz embaixadinha com uma bola de ar. Tem outro cão que pula obstáculos e mais um que brinca de pegar a bola na roda com as crianças…. :). Não perca o vídeo que fizemos da visita, todas as brincadeiras com os cães foram filmadas, clique aqui para assistir o vídeo

 

O cão pulava as pessoas e a criançada delirava!!
O cão pulava as pessoas e a criançada delirava!!

 

Doações

Nós também arrecadamos doações para o projeto João Rosa, abrigo de animais abandonados apoiado pelo projeto Pêlo Próximo. Foram cerca de 600 Kg de ração.. :)

 

Doação da Rede E-Solidário para o abrigo de animais abandonados João Rosa
Doação da Rede E-Solidário para o abrigo de animais abandonados João Rosa

 

Nosso muito obrigado à equipe do projeto Pêlo Próximo pela participação na visita e da Casa Emilien Lacay pelo acolhimento amigo.

 

Grupo de Visita, Voluntários do Pêlo Próximo, Pelos Animais e os Pet-Terapeutas.... Muito obrigado amigos por tornarem essa visita da Rede E-Solidário tão especial.
Grupo de Visita, Voluntários do Pêlo Próximo, Pelos Animais e os Pet-Terapeutas.... Muito obrigado amigos por tornarem essa visita da Rede E-Solidário tão especial.
Missão cumprida!
Missão cumprida!

 

Clique aqui e veja também o vídeo da nossa visita.

Clique aqui e veja também o álbum de fotos da nossa visita.

Clique aqui para conhecer um pouco mais sobre a Casa Emilien Lacay – Cruzada do Menor.

Clique aqui para conhecer um pouco mais sobre o Projeto Pêlo Próximo.

 

 

 

Uma reação comum quando se visita um projeto social bem organizado é achar que ele não precisa de ajuda. Já havíamos abordado este assunto no relato da visita à Obra Social Dona Meca, destacando que para manter uma boa administração e expandir as atividades é necessário auxílio através de doações.

Comentários ($)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

adailza silva oliveira 12 de setembro/ 2011

Adorei estainiciativa deste grupo é um trabalho e tanto .
fraternalmente
Adailza


E-Solidário